Retrabalho nas empresa: principais causas e como evitar esse problema

Um dos principais vilões da produtividade e de uma boa relação custo e benefício para muitas empresas é o retrabalho, processos que precisam ser refeitos custam recursos financeiros e humanos.

Caracterizado pela necessidade de refazer determinadas tarefas dos processos, o retrabalho destaca-se como um dos principais fatores que atrasam e interferem negativamente na produção de uma empresa. Afinal, não existe nada mais desagradável do que perceber que uma ação não foi bem desenvolvida e que, por isso, precisa ser feita novamente.

Como ocorre o retrabalho?

Apesar de parecer uma coisa simples, o retrabalho acontece por conta de falhas ocorridas durante as ações referentes a uma determinada tarefa.

Na maioria das vezes, esse problema é causado pela falta de planejamento do processo. Não planejar as futuras atividades é um grande erro, que aumenta consideravelmente as chances de retrabalho.

Quais consequências do retrabalho?

Além de causar uma possível desmotivação profissional no colaborador que precisa fazer tudo de novo, o retrabalho pode gerar consequências sérias para a empresa. A principal delas diz respeito à perda de tempo: uma vez que algumas das etapas precisarão ser refeitas, o tempo utilizado para isso será desperdiçado. Uma das grandes preocupações decorrentes do retrabalho é o aumento dos custos operacionais, pois, ao precisar realizar novamente uma tarefa, o colaborador irá utilizar ferramentas e recursos extras.

Como melhorar esse processo?

Uma boa gestão de processos prescinde de análise e melhoria contínuas. Isso por que novas tecnologias estão em constante desenvolvimento, e necessidades surgem a todo momento no mercado, para qualquer segmento. Acompanhar e buscar a otimização dos processos em qualquer organização tem que ser um hábito.

Existem algumas pequenas atitudes que podem contribuir bastante para evitar a necessidade de retrabalho, são elas:

  • Fazer um planejamento eficiente;
  • Estabelecer prazos e fazer o possível para que eles sejam respeitados — por você e por toda a equipe;
  • Contar com a ajuda de tecnologias facilitadoras como ERP;
  • Apostar em uma comunicação efetiva para a equipe

 

Fonte: Mundo Carreira